O Que Fazer no Atacama: 5 Atrações Imperdíveis

Não existe resposta certa para a pergunta “o que fazer no Atacama?”. O deserto chileno tem tantas atrações, tantos lugares bonitos para ver, que uma boa resposta vai depender do que você está a fim de fazer, de quanto quer gastar, de qual época estará lá e de quanto tempo você tem.

+ Gosta de pudim de doce de leite? Tem a receita aqui! +

Eu fui para o Atacama em maio de 2017 e não tive muito tempo por lá. Fiquei apenas dois dias e meio e com uma agenda apertada de trabalho, não tive todo o tempo que desejava para ver as atrações locais.
Faltou conhecer o Salar de Tara, Laguna Cejar e Termas de Puritama, por exemplo. Mas um dia eu volto e vejo essas coisas todas com calma.

Reserve o seu hotel no Atacama.

Mas dos passeios que eu vi e das coisas que eu fiz, tem cinco atrações que são indispensáveis para quem vai ao Atacama. São elas (em ordem de preferência):

1. Piedras Rojas

o que fazer no atacama
Piedras Rojas, Atacama

 

Esse foi, certamente, o lugar mais bonito que eu visitei no Atacama.
Piedras Rojas fica dentro do Salar de Talar e tem uma vista impressionante, daquelas de fazer cair o queixo mesmo.
O passeio para Piedras Rojas começa bem cedinho e também por causa da altitude, o frio pega forte. No dia que eu fui, por exemplo, a temperatura nem era tão baixa, por volta de 0°C, mas o vento fazia a sensação térmica ser pior do que o dia de -14°C, por exemplo.

O interessante desse passeio é que se você chegar bem cedo a Piedras Rojas, tem a possibilidade de estar sozinho lá, sem mais nenhum grupo de turistas, que foi o que aconteceu comigo.
A paisagem quando se chega, ainda no escuro, é totalmente diferente do que se vê após o nascer do sol.
É difícil decidir qual das duas é mais bonita.

A coloração avermelhada das pedras e a água verde da laguna deixam qualquer um boquiaberto. É o lugar perfeito para parar um pouco e perceber a imensidão da natureza. E tirar milhares de fotos em seguida (várias pessoas me perguntaram se algumas das fotos que tirei tinham sido tratadas no Photoshop, porque o lugar é absurdamente bonito).

A maioria das agências que leva a Piedras Rojas inclui café da manhã lá mesmo e é completamente surreal tomar o café da manhã com aquela paisagem de fundo. Um passeio que eu repetiria todas as vezes que fosse ao Atacama.

 

2. Lagunas altiplânicas

lagunas altiplânicas
Laguna Miscanti, Atacama

 

Normalmente feito no mesmo dia, o combo de passeios Lagunas Altiplânicas + Piedras Rojas foi o meu dia preferido no Atacama.
E mesmo agora, enquanto escrevo este post, fiquei na dúvida em qual dos dois merecia o primeiro lugar. Pode considerar um empate.

Este passeio leva a duas lagunas, Miscanti e Miñiques e é difícil decidir qual das duas é mais bonita.

Mais uma vez, é a natureza, pura e quase intocada, dando o seu show.

Normalmente, o passeio se inicia pela laguna Miscanti, que tem um contraste maravilhoso de cores entre suas águas azuis e a vegetação amarelada com o topo dos morros branquinhos, branquinhos, cheios de neve. Eu demorei pra acreditar que estava vendo tudo aquilo mesmo. A laguna é tão bonita que parece uma pintura, uma montagem.

Miscanti significa sapo e há várias espécies de sapo vivendo por lá. Mas fique tranquilo pois eles vivem bem perto da água, na parte onde os turistas não podem ir.

De lá, você pode fazer uma caminhada agradável até a laguna de Miñiques, que é um pouco menor que a Miscanti, mas também muito bonita.
Durante a caminhada, tem uma hora que você só vê pedras e montanhas e é difícil de acreditar que vai ter outra laguna por ali. Mas essa é a parte legal de ir caminhando, pois de um ponto específico do caminho, você vai conseguir ver as duas lagunas, uma de cada lado.

Miñiques é uma laguna pequena, com águas azuis escuras. Tem quem ache ela mais bonita que a Miscanti, mas não vou te influenciar e deixo você decidir pelas fotos.

lagunas altiplânicas atacama
Laguna Miñiques

 

Durante o caminho, há alguns ratinhos pequenos selvagens, mas não se preocupe, eles nem chegam perto das pessoas, ficam só entre as pedras.

Eu gostaria de ter ficado mais tempo nas Lagunas Altiplânicas. Senti uma energia tão boa naquele lugar que queria ter passado um tempo só me reenergizando, colocando a cabeça em ordem. Pena que foi rápido. Mas eu volto.

 

3. Valle de la Luna

valle de la luna
Pôr do sol do Valle de la Luna, Atacama

 

O Valle de la Luna foi o primeiro lugar que eu visitei no Atacama, a porta de entrada e primeira parada da minha viagem de Antofagasta até lá.

Achei impressionante toda a parte do salar, Três Marias e tudo o mais, mas o que me deixou sem fôlego mesmo foi o pôr do sol visto do Mirador de Kari, na Piedra del Coyote. E eu recomendo muito que você visite o Valle de la Luna no final do dia pra ver um pôr do sol lindo, cheio de cores, tonalidades e sombras diferentes. É muito especial e foram as boas vindas perfeitas para mim no Atacama.

Para ver mais imagens deste pôr do sol, assista este vídeo que eu gravei no Valle de la Luna.

 

4. Salar de Atacama

salar de atacama
As cores do Salar de Atacama

 

Eu, que nunca tinha visitado um salar antes, fiquei bem impressionada com o Salar de Atacama. Foi o último passeio que eu fiz antes de voltar ao Brasil e foi impactante ver a diferença entre a abundância de cores dos últimos passeios e a monocromia deste salar, em tons muito parecidos de branco e bege.

São quilômetros e mais quilômetros de uma imensidão clara, cheia de sal, que você pode caminhar à vontade.

Esses “50 tons de branco e bege” só são quebrados pelo céu do Atacama, em um azul lindíssimo sem nuvens e pela Laguna Chaxa, onde habitam alguns animais rosas, os flamingos. É ali, no Salar de Atacama, que fica a Reserva Nacional Los Flamencos, que cuida destes animais.

reserva nacional los flamencos
Os flamingos na Reserva Nacional Los Flamencos

 

Além de um passeio bonito, o Salar de Atacama tem enorme importância biológica. Lá se encontram algumas bactérias que permitem que o ecossistema continue existindo. E o legal é que está tudo super bem conservado.

 

5. Geysers del Tatio

geysers del tatio
Geysers del Tatio, Atacama

 

O último passeio desta lista não me surpreendeu tanto, mas eu realmente acho que não dá para ir ao Atacama e não visitar os Geysers del Tatio, pelo menos uma vez.

Acho que não me surpreendi talvez porque estivesse com a expectativa errada. Não sei se eu esperava ver os gêiseres soltando jatos altos de água. Não espere isso. O que se vê no El Tatio é fumaça, muita fumaça.

Mesmo assim, é um passeio interessante por ser mais uma característica da natureza local e por ser algo que não vemos aqui no Brasil, por exemplo.

Esse passeio é bastante extremo, pois costuma acontecer muito cedo, quando o tempo está muito frio, então prepare-se bem.
Mas se você for corajoso, tem uma parte dos gêiseres com águas termais onde é possível entrar. Dentro da água, a temperatura varia entre 30°C e 40°C. Fora, no dia que eu fui, estava 0°C. Mas o problema é que não é nada coberto e você tem que andar um pouquinho da água até o lugar de trocar de roupa, sem nenhum aquecimento. Eu não tive coragem.

Veja mais sobre esse passeio dos Geysers del Tatio neste vídeo.

 

Eu sei que essa lista pode e deve ser muito maior, muito mais completa, cheia de diferentes atrações pelo Atacama. Mas foi isso que consegui fazer em dois dias. E é uma boa ideia caso o seu tempo por lá seja só esse.

Foi pouco, mas deu pra ver que o Atacama reserva paisagens exuberantes, que merecem uma visita com mais tempo. Deu para sentir o Atacama. E também para ficar com saudade.

Leia mais posts do Magali Viajante sobre o Chile:

+ Como é viajar pela Sky Airline para o Atacama
+ O que fazer em Santiago: 11 passeios na cidade
+ 14 coisas para comer no Chile
+ Como é viajar de classe econômica da Latam para o Chile
+ Atacama: 9 coisas que você tem que saber antes de viajar para lá
+ Um dia em Valparaíso: o que fazer na cidade
+ Conheça Antofagasta, no Chile | Vídeo
+ Antofagasta, Chile: o que fazer na cidade
+ Sky Costanera: Veja Santiago do alto
+ Viña del Mar em 90 segundos |Vídeo
+ Pacific Club Salones Vip: como é a sala vip do aeroporto de Santiago
+ Valparaíso, Chile: 5 coisas para fazer na cidade | Vídeo
+ Visitando o Sky Costanera, no Chile, em um dia nublado | Vídeo
+ San Pedro de Atacama | Vídeo 

 

*A equipe do Magali Viajante viajou a convite da Adestinos Chile, porém toda a experiência relatada aqui é real e as minhas opiniões e impressões pessoais foram mantidas.

Reserve o seu hotel em San Pedro de Atacama por esse link do Booking. Você não paga nada a mais pela reserva e o Magali Viajante ganha uma pequena comissão, o que nos ajuda a continuar trazendo informações de viagens para você!

Compre o seu seguro de viagem pela Seguros Promo. Usando o código MAGALIVIAJANTE05 você ganha 5% de desconto na sua reserva.

Tenha internet ilimitada em qualquer lugar do mundo com a Easy Sim 4U.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o FacebookInstagram,TwitterYouTubeBlogLovin e Pinterest. Segue lá!

2 comments

Comments are closed.